Bovespa sobe 0,63% na sexta-feira e avança 2,86% na semana

Estadão

23 de dezembro de 2011 | 19h26

Cláudia Violante

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) apenas “cumpriu tabela” no período vespertino, esvaziada pelas festas de final de ano. Sobraram poucos investidores – aqueles que operaram pela manhã, esticaram o almoço e deixaram as mesas de operações à míngua à tarde. Assim, o giro, mais uma vez, foi encolhendo ao longo da sessão, dando amplitude aos escassos movimentos de compras. Eles foram majoritários, de olho no sinal positivo vindo do exterior.

A Bovespa terminou a sexta-feira com ganho de 0,62%, aos 57.701,07 pontos. Na mínima, registrou 57.348 pontos (estável) e, na máxima, 57.792 pontos (+0,77%). Na semana, teve ganho de 2,86%. No mês, sobe 1,45% e, mas, no ano, cai 16,74%.

O Ibovespa oscilou pouco na segunda etapa da sessão, prova do ritmo lerdo que tomou conta desta sexta-feira, antevéspera de Natal. Os poucos negócios que aconteceram, no entanto, foram com sinal positivo, já que a trégua no noticiário e os bons indicadores norte-americanos favoreceram uma ‘puxada’ de final de ano.

No Brasil, as blue chips subiram. As ações ordinárias (que dão direito a voto) da Vale subiram 0,61%, e as preferenciais, 0,65%. No caso da Petrobrás, as ordinárias avançaram 0,46%, enquanto as preferenciais se valorizaram em 0,32%. A estatal do petróleo encontrou indícios de presença de óleo e gás natural em dois poços terrestres na Bacia do Solimões, conforme registro no site da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.