Aumentam as exigências para transações com metais

Bianca Pinto Lima

23 de setembro de 2011 | 18h40

A operadora de bolsas CME Group anunciou nesta sexta-feira a elevação das exigências de margem nas transações especulativas envolvendo ouro, prata e cobre. Os três metais sofreram quedas acentuadas em suas cotações no decorrer da semana.

As margens de ouro serão elevadas em 21%, as de prata sofrerão reajuste de 16% e as de cobre subirão 18%, informou a CME em comunicado divulgado por e-mail depois do fechamento dos mercados nesta sexta-feira. As novas margens passarão a valer a partir do fechamento da sessão da segunda-feira, prossegue a CME.

Com isso, os especuladores terão de desembolsar US$ 11.475 para abrir uma posição de 100 onças-troy em ouro e US$ 8.500 para mantê-la no overnight. No mercado de prata, a abertura de uma posição especulativa de 5.000 onças passará a custar US$ 24.875 e sua manutenção no overnight será de US$ 18.500. No caso do cobre, os especuladores terão de pagar US$ 6.750 para abrir um contrato e US$ 5.000 para mantê-lo no overnight. As informações são da Dow Jones.

(Ricardo Gozzi, da Agência Estado)

Tudo o que sabemos sobre:

ouro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.