Dólar abre em queda, depois do quarto fechamento em baixa

Estadão

27 de junho de 2013 | 09h38

SÃO PAULO – O dólar à vista no balcão abriu nesta quinta-feira, 27, em queda de 0,68%, cotado a R$ 2,1750, na mínima do dia até agora.

Por volta das 9h38, o cotação do dólar reduziu a queda para 0,27% (R$ 2,1840) – a máxima do dia.

Ontem, após outra medida do Banco Central, o dólar fechou em baixa de 0,90%, no valor de R$ 2,1900. Foi o quarto fechamento em queda, depois de diversos leilões realizados pelo BC na semana passada para conter a alta da moeda.

O BC anunciou na noite de terça-feira o fim do recolhimento compulsório sobre posições vendidas de bancos no mercado à vista superiores a US$ 3 bilhões. A medida trouxe um viés de baixa para a moeda americana, reforçado pela queda do dólar no exterior em relação a boa parte das divisas com elevada correlação com commodities.

Em Nova York, no fechamento de ontem o dólar subiu ante o euro e caiu frente ao iene. A moeda norte-americana foi pressionada por expectativas de que o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) adie a redução nas compras de bônus, após uma forte revisão para baixo no Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre. O euro, por sua vez, foi prejudicado por comentários do presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, de que a política monetária continuará acomodatícia no futuro próximo.

Tudo o que sabemos sobre:

câmbiodólarmercado

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.