Dólar avança e fecha em R$ 2,269; Bovespa cai e OGX continua a ‘derreter’

nayarasampaio

03 de julho de 2013 | 08h49

Atualizado às 18h40

O dólar fechou em alta nesta quarta-feira, 3, seguindo a valorização da moeda norte-americana no exterior. As instabilidades em Portugal e Egito também fazem os investidores buscarem proteção na divisa. A moeda chegou a passar de R$ 2,27 nesta sessão, mas recuou um pouco e encerrou a R$ 2,269 (alta de 0,89%).

a Bovespa caiu 0,41%, aos 45.044 pontos. O recuo não foi maior por causa, principalmente, da ações da Petrobrás. Seus papéis ordinários subiram 2,05%; os preferenciais, 3,31%.

As ações da OGX, do empresário Eike Batista, tiveram o terceiro pregão de fortes perdas na semana, com recuo de 13%, cotadas a R$ 0,39. Desde a segunda-feira, após anúncio do cancelamento de projetos, os papéis da empresa despencam fortemente.

Na contramão, as ações da MMX – também do grupo EBX, de Eike – tiveram forte valorização no fim do dia e fecharam em alta de mais de 17%, liderando as altas do Ibovespa hoje. Há rumores no mercado da existência de possíveis interessados em comprar a mineradora.

Mais cedo, o anúncio sobre a criação de 188 mil empregos em junho no setor privado dos Estados Unidos superou as expectativas e deu fôlego para o dólar ante o euro e a moedas com forte correlação a commodities, como o real brasileiro.

Esse dado eleva a expectativa pelos números oficiais do mercado de trabalho, que saem na sexta-feira, após o feriado norte-americano de Dia da Independência. O dado é considerado uma prévia de como virá o relatório mensal sobre o mercado de trabalho do governo dos EUA (payroll), que engloba também o setor público.

Tudo o que sabemos sobre:

BovespadólarEike BatistaOGX

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.