finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Dólar cai e euro sobe em dia de oscilação antes da cúpula da UE

Bianca Pinto Lima

20 de outubro de 2011 | 10h27

O dólar opera em baixa em um dia de oscilação na Europa enquanto investidores agitados parecem confiar na capacidade dos líderes da zona do euro para resolver a crise de dívida da região na cúpula deste fim de semana.

Os investidores compraram euros após informações sobre um rascunho das diretrizes básicas para o fundo de resgate à Europa, chamdo de Linha de Estabilidade Financeira Europeia (EFSF, na sigla em inglês), acertadas na reunião de 21 de julho. O rascunho confirma que as autoridades pretendem permitir que o fundo compre dívida soberana diretamente de países que emitirem novos bônus ou no mercado aberto.

O dólar também caiu diante dos dólares australiano, neozelandês e canadense, à medida que os investidores foram encorajados a apostar em ativos relativamente arriscados tendo em vista a redução das perdas das bolsas europeias desde o início do dia. A libra, que também subiu diante do dólar, recebeu impulso adicional das vendas no varejo do Reino Unido, que cresceram mais do que o esperado em setembro.

A lira turca, por sua vez, opera em baixa diante do dólar apesar de o Banco Central da Turquia ter elevado a taxa de juros para concessão de empréstimos overnight. A lira subiu logo após o anúncio, mas o movimento de alta teve vida curta. O banco central, no entanto, manteve a taxa básica de juros inalterada.

Às 10h (de Brasília), o euro subia para US$ 1,3801, de US$ 1,3759 no fim da tarde de ontem, e a libra avançava para US$ 1,5795, de US$ 1,5772 ontem. O dólar caía 0,79% diante do franco suíço, para 0,8959 franco suíço, e operava quase estável frente ao iene, a 76,83 ienes, de 76,81 ienes ontem. O índice do dólar, que pesa a moeda norte-americana diante de uma cesta de outras moedas fortes, recuava para 76,828, de 77,085. As informações são da Dow Jones.

(Danielle Chaves, da Agência Estado)

Leia tudo sobre os mercados financeiros e a crise econômica nos Estados Unidos e Europa.

Tudo o que sabemos sobre:

Rebaixamento dos EUA; Bolsas despencam

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.