Dólar fecha em alta e já acumula ganho de quase 12% no mês

Bianca Pinto Lima

24 de novembro de 2011 | 16h42

Agência Estado

O dólar comercial encerrou o dia cotado a R$ 1,888, em alta de 1,34% em relação aos últimos negócios de ontem. Em novembro, a moeda já acumula ganho de quase 12%. Às 16h35, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) operava em alta de 0,28%.

Na Europa, as bolsas fecharam em queda, na sua maioria, pela sexta sessão consecutiva, após comentários dos líderes da zona do euro desapontarem investidores. Os mercados registraram um baixo volume de negociação em razão do feriado de Ação de Graças nos EUA, que manteve as bolsas do país fechadas.

Em Frankfurt, a queda foi de 0,54%. Em Lisboa, o índice PSI 20 declinou 0,85%, para 5.185,10 pontos, conduzida pelas ações do Banco Comercial Português, que declinaram 9,4%. As perdas ocorreram após a agência de classificação de risco Fitch rebaixar o rating do país.

Além disso, uma greve nacional atingiu os serviços públicos do país nesta quinta-feira, em meio a um quadro de crescente descontentamento com medidas de austeridade impostas pelo governo em troca de um pacote de ajuda de € 78 bilhões.

A Bolsa de Paris caiu 0,01%. Entre os bancos, BNP Paribas subiu 3,3%, e Société Générale, 3%. Em Bruxelas, as ações do banco franco-belga Dexia subiram cerca de 28%, embora acumulem queda de 86% até agora no ano.

O índice FTSE 100, da Bolsa de Londres, cedeu 0,2%, para 5.127,57 pontos, pelo nono dia consecutivo. Na Espanha, o índice Ibex 35 fechou em -0,23%, em 7.721,80 pontos. Em Milão, o FTSE MIB registrou alta de 0,03%, para 13.920,58 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:

Rebaixamento dos EUA; Bolsas despencam

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.