Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Dólar sobe com aversão ao risco

Estadão

30 de abril de 2012 | 12h34

O rebaixamento dos ratings de 16 bancos espanhóis pela agência de classificação Standard & Poor’s diminuiu o apetite ao risco dos investidores nesta segunda-feira, 30.

Por isso, o dia é valorização da moeda no mercado local. Às 12h28 (de Brasília), o dólar comercial avançava 0,48%, cotado a R$ 1,895. O dia também é de formação da taxa de câmbio oficial do Banco Central, a chamada Ptax.

A pesquisa Focus divulgada nesta segunda mostrou que o mercado manteve a previsão de que o dólar deve terminar o ano em R$ 1,80. A mediana das estimativas para o preço da moeda estrangeira no fim de 2012 está em R$ 1,80 há duas semanas. Para o fim de 2013, também foi mantida a expectativa de taxa de câmbio em R$ 1,80, pela sexta semana.

(Com Agência Estado)

Tudo o que sabemos sobre:

dólar

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: