Estadão Negócios Interativo mostra como escolher a melhor opção de franquia

Estadão

15 de outubro de 2013 | 16h18

Que tal dispensar o seu patrão e abrir o seu próprio negócio? Muita gente sonha com isso, mas imagina que se trata de uma possibilidade muito distante. Abrir uma franquia pode ser uma alternativa.

Se você tem interesse em saber mais sobre o assunto, acompanhe nesta quarta-feira, 16, às 10hs, o debate ao vivo no portal do Estadão, pelo link http://economia.estadao.com.br/aovivo.

O debate é mais um programa da série Estadão Negócios Interativo, com apoio do HSBC.Você pode enviar perguntas pelas redes sociais com a hashtag #EstadaoNegocios ou por e-mail: estadaonegocios@estadao.com.

O programa vai explicar como apostar em uma franquia com segurança e quais são os setores que apresentam mais chances de crescer.

O presidente do Grupo Multi, Carlos Wizard Martins, que começou dando aulas de inglês e hoje tem um grupo avaliado em R$ 2,5 bilhões, vai explicar as vantagens e desvantagens das franquias. Ele é dono das redes Wizard, Yázigi, da ebit e da Microlins, entre outras empresas.

Também participa do programa o superintendente executivo de empresas do HSBC, Marcelo Aleixo. Aproveite a oportunidade para como milhões de brasileiros que já realizaram o sonho de abrir a sua própria empresa.

Acompanhe os principais momentos do debate:

10h31: Acaba o Estadão Negócios Interativo.

10h30: “No Brasil hoje nós temos 30 novos milionários por dia. Independentemente da carga tributária, da burocracia etc., há pessoas fazendo fortuna todo dia”, diz Wizard.

10h29: “O empreendedor é incansável na busca por uma solução de suas dificuldades”, diz Wizard.

10h27: Wizard levanta alguns empecilhos ao empreendedorismo: “Precisamos ter a clareza de entendimento que temos grandes problemas de infraestrutura. Além disso, temos uma elevada carga tributária”, afirma. Ele também diz que a alta no preço dos imóveis dificulta na busca por um local para instalar uma empresa.

10h25: “Apesar do PIB baixo, ainda estamos num dos melhores momentos econômicos da nossa história recente. Quando a Wizard nasceu, havia inflação na casa de 60%, 70%”. Wizard ressalta que a melhora da economia brasileira deu um impulso ao consumo, o que favorece o mercado de franquias.

10h24: “Alimentação,  saúde, beleza e educação são alguns dos setores mais atraentes para o empreendedor”, diz Aleixo.

10h22: “Financiamos muitas novas lojas nesse ano e é raro um caso não dar certo”, afirma Aleixo, do HSBC.

10h21: “As estatísticas do Sebrae mostram que mais de 50% das empresas do País fecham nos primeiros anos de vida”, diz Wizard. No setor de franquias, conta, o porcentual cai para 3%.

10h19: O presidente do Grupo Multi diz que a busca pessoal por satisfação é o que vai diferenciar o empresário.

10h18: Como escolher uma franquia? “Preciso identificar primeiro qual é a minha aptidão”, diz Wizard.

10h16: Para abrir um negócio, o empreendedor pode optar por um empréstimo. Aleixo, do HSBC, diz que o banco tem parcerias com franqueadores para fornecer financiamentos para abertura da primeira loja.

10h15: Com investimento de R$ 10 mil, o empreendedor já consegue abrir uma micro-franquia, afirma Wizard.

10h14: O setor de franquia representa 2,5% do PIB brasileiro, afirma Wizard. Neste ano, o faturamento do setor está em torno de R$ 120 bilhões, segundo Aleixo.

10h13: Wizard diz que o franqueado deve fazer um uso adequado da marca e deve manter um padrão visual do produto ou serviço. O dono da franquia deve estar presente no dia a dia do negócio e não pode ter outra atividade.

10h12: Segundo Wizard, o Brasil é o segundo país no mundo em maior número de franquias.

10h11: “A minha ideia ao criar a Wizard foi abrir uma rede de escolas de inglês, um modelo que até então não existia no Brasil (de franquias)”, diz Wizard.

10h09: “Abrir uma franquia é vantajoso porque o empreendedor vai explorar um produto ou serviço já testado”, diz Aleixo.

10h08: “Descobrir um talento natural e transformar em fonte de renda é o meio caminho para sucesso”, diz Wizard.

10h06: “É preciso de preparação para se lançar como empreendedor”, diz o superintendente executivo de empresas do HSBC, Marcelo Aleixo.

10h05: Já no Brasil, Wizard  começou a dar aulas de inglês para brasileiros. O negócio cresceu e foi o embrião do Grupo Wizard.

10h03: “Tudo começou quando eu fui para os EUA estudar computação. Lá, tive de fazer qualquer tipo de trabalho para me sustentar”, conta Carlos Wizard, presidente do Grupo Multi. Naquela época, conta, foi quando começou sua capacitação, dando aulas de português e estudando a área de computação.

10h: Começa o Estadão Negócios Interativo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.