França:ações de bancos viram e sobem com anúncio do BCE

Bianca Pinto Lima

21 de setembro de 2011 | 11h23

As ações dos bancos franceses, que registravam queda acentuada mais cedo, inverterem a direção para território positivo, após o Banco Central Europeu (BCE) anunciar que ampliará as opções de ativos que aceita como colateral para incluir instrumentos de dívida emitidos por instituições de crédito e não negociados no mercado regulado, aliviando os temores sobre o acesso dos bancos a capital, afirmou um operador.

A medida ocorre em meio a temores de que os bancos franceses podem estar enfrentando dificuldades para acessar recursos no mercado interbancário, enquanto a crise na Europa continua a se aprofundar.

Às 11h05 (de Brasília), BNP Paribas sobe 1,04%; Société Générale, 2,07%. A Bolsa de Paris recuava, contudo, 0,75%.

Mais cedo, os dois principais bancos franceses reafirmaram que não precisam de recapitalização apesar do aprofundamento da crise da dívida soberana grega e comentários do comissário de competição da União Europeia, Joaquín Almunia, ontem, de que alguns bancos europeus, podem precisar de injeções de novo capital para enfrentarem a atual crise.

 

Leia tudo sobre os mercados financeiros e a crise econômica nos Estados Unidos e Europa

Tudo o que sabemos sobre:

Rebaixamento dos EUA; Bolsas despencam

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.