Samsung cai 7,5% em Seul; empresa perde US$ 12,3 bilhões em capitalização

Estadão

27 de agosto de 2012 | 08h21

Danielle Chaves

SEUL – A sul-coreana Samsung Electronics perdeu mais de US$ 12 bilhões em capitalização de mercado nesta segunda-feira, depois de suas ações serem pesadamente vendidas em seguida à derrota para a Apple em um tribunal dos EUA. Na Bolsa de Seul, a ação da Samsung abriu em queda de 6,8% e fechou em baixa de 7,5%, a 1,18 milhão de wons, na maior queda em um único dia em quase quatro anos.

O declínio do valor da ação da empresa eliminou 14 trilhões de wons (US$ 12,3 bilhões) da capitalização de mercado da Samsung. Instituições locais foram os maiores vendedores de ações da Samsung, abrindo mão de 286 mil ações líquidas. Investidores estrangeiros, que detêm cerca de metade dos papéis da empresa, e investidores de varejo foram compradores líquidos.

Analistas afirmaram que a derrota judicial aumenta a incerteza sobre os futuros produtos da companhia. “O contexto da derrota neste caso é muito pior do que o esperado”, incluindo o tamanho dos danos que a Samsung agora pode enfrentar, afirmou Song Myung-sup, analista da Hi Investment & Securities. Se a decisão provocar uma proibição das vendas de produtos da Samsung nos EUA, isso começará a reduzir a receita da empresa a partir do quarto trimestre deste ano, acrescentou.

Um júri dos EUA deu uma grande vitória para a Apple na sexta-feira, concedendo à empresa do Vale do Silício US$ 1,05 bilhão em indenização e nova munição para fazer outros ataques judiciais a companhias concorrentes. O júri considerou que a Samsung infringiu seis das sete patentes da Apple contestadas no caso.

As ações de outras fabricantes de smartphones asiáticas que usam o sistema operacional Android, do Google, que fez parte do processo judicial da Apple, também caíram durante a sessão asiática desta segunda-feira. ZTE Corp fechou com queda de 8,2% na Bolsa de Xangai, enquanto HTC recuou 1,9% na Bolsa de Taipé. LG Eletronics contrariou a tendência e subiu 2,8% em Seul diante das expectativas de que conseguirá ganhar fatia de mercado da Samsung.

Na sessão europeia, às 7h20 (de Brasília), as ações da finlandesa Nokia, que também é concorrente da Samsung, disparavam 10,35% na Bolsa de Helsinque. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:

açãoapplequedaSamsung

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.