coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Vale e Petrobrás impulsionam ganho da Bovespa, que fecha o dia em alta de 0,97%

Estadão

20 de maio de 2013 | 18h15

Claudia Violante

O exercício de opções sobre ações ‘empatou’ a Bovespa na primeira etapa de negócios. O índice trabalhou a manhã pressionado e em baixa, mas, finalizado o vencimento, virou para cima e subiu empurrado principalmente pelos ganhos das ações da Vale. No exterior, as bolsas norte-americanas fecharam praticamente no zero a zero, com ligeiras perdas.

O Ibovespa terminou o dia em alta de 0,97%, aos 55.700,77 pontos. Na mínima, registrou 54.630 pontos (-0,97%) e, na máxima, 55.705 pontos (+0,98%). No mês, acumula perda de 0,37% e, no ano, de 8,62%. O giro financeiro totalizou R$ 10,691 bilhões. Os dados são preliminares.

“Depois do exercício, a Bolsa se ajustou, em alta, independente do mercado externo”, comentou um operador, ao explicar que houve uma demanda compradora. “Acho que o mercado ficou mais leve e Vale foi a principal propulsora dos ganhos”, citou.

Os papéis da Vale vinham sendo castigados recentemente, em meio às preocupações com a economia chinesa e à queda do preço do minério de ferro. Mas hoje tiveram uma recuperação firme e com volume consistente: as ações PNA lideraram o giro individual da bolsa, com R$ 913,759 milhões. Esta ação avançou 3,81%, enquanto os papéis ordinários subiram 3,92%.

Petrobrás também deu sua parcela de contribuição para o avanço do índice, principalmente depois do fechamento das bolsas norte-americanas. A PN subiu 1,25% e a ON, 1,42%.

CSN ON terminou com elevação de 2,24%, apesar das preocupações do mercado com relação ao endividamento da companhia. A CSN confirmou que está participando do processo de venda dos ativos siderúrgicos da ThyssenKrupp, nos Estados Unidos e no Brasil, e que a atual parceria com o consórcio japonês na Namisa poderá ser desfeita.

Gerdau PN, +1,76%, Metalúrgica Gerdau PN, +1,96%, e Usiminas PNA, +2,65%.

Nos EUA, as bolsas fecharam com pequenas quedas. O Dow Jones recuou 0,12%, aos 15.335,28 pontos, o S&P cedeu 0,07%, aos 1.666,29 pontos, e o Nasdaq terminou com retração de 0,07%, aos 3.496,43 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:

Bovespa; bolsas; mercados; ações

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: