Economista explica como se preparar para morar sozinho

Economista explica como se preparar para morar sozinho

Canal Econoweek

15 de abril de 2019 | 10h44

Se você está pensando em morar sozinho, já deve estar fazendo muitas contas. Hoje, nós do Econoweek vamos te mostrar como se preparar e fazer a melhor simulação dessa nova etapa da sua vida.

DICA 1: CONHEÇA SEUS GASTOS

É muito importante conhecer o seu orçamento, mensal e anual. Para isso, classificar as suas receitas e as suas despesas será importantíssimo. Identificar, dentro dos seus gastos, a parcela de despesas fixas, tais como TV a cabo, internet, celular, transporte e outras contas; e a parcela de despesas variáveis, como os seus passeios aos finais de semana, restaurante e viagens etc.

Para isso, ter uma planilha financeira, onde você anota tudo o que entra e tudo o que sai, ou seja, todas as receitas e despesas, é fundamental. Começando a se conhecer alguns meses antes de tomar a decisão da mudança irá te ajudar em caso de apertos financeiros, para saber direitinho onde poderá “cortar” para não ter que recorrer a créditos caros, como o cheque especial ou o cartão de crédito.

Hoje em dia deixou de ser necessário usar o Excel para fazer esse tipo de controle financeiro, caso você não goste muito desse software. Há vários aplicativos que te ajudam com isso, mas o bom e velho caderninho de anotações continua sendo um excelente aliado.

 

DICA 2: FAÇA UMA SIMULAÇÃO DE COMO É MORAR SOZINHO

A partir da sua planilha financeira (ou app de finanças pessoais), você já consegue inserir itens como o valor do aluguel que irá pagar, além de outros custos, como alimentação na região de sua futura residência.

Também vale a pena perguntar para o proprietário qual é o valor de serviços que ele despende, tais como água, luz etc. Caso obter essa informação não seja tão fácil, perguntar para os seus pais, avós ou qualquer pessoa que arque com os custos de uma moradia te ajudará a fazer uma simulação dessa sua nota etapa.

Por fim, feita a simulação, tente viver como se já tivesse todas essas despesas, usando apenas o dinheiro restante. Será uma experiência e tanto!

 

DICA 3: CONSTRUA UMA RESERVA

Toda mudança exige alguns gastos, tais como frete, eventuais pinturas na nova residência e por aí vai. Se você já estiver praticando o novo estilo de vida e poupando o dinheiro da sua simulação que recomendamos na dica anterior, provavelmente já terá o suficiente para cobrir esses custos.

 

DICA 4: CONSIDERE UMA MARGEM DE ERRO NOS GASTOS

Imprevistos acontecem! Então, se na sua conta final, você imaginou um gasto mensal de, por exemplo, uns R$ 1.000, reserve uma margem de uns 10% além desse valor. Neste exemplo, se prepare para um gasto de R$ 1.100. Pode acontecer de uma fechadura quebrar, de uma lâmpada queimar, e você já estará preparado.

 

Gostou dessas dicas? Conta pra gente aqui nos comentários, ou pode ir até o nosso canal do YouTube, ou mesmo no nosso Instagram. A gente sempre compartilha muito conhecimento sobre economia, finanças e investimentos. Afinal, o conhecimento é sempre uma saída!