Pare de trabalhar agora! Saiba como

Pare de trabalhar agora! Saiba como

Canal Econoweek

20 Abril 2018 | 05h22

No vídeo logo abaixo, nós do Econoweek mostramos a regrinha de bolso que todos que desejam parar de trabalhar tem que ter em mente, além de mostrar várias simulações com diferentes padrões de consumo. Tudo focado em nunca mais precisar colocar as mãos a obra. É o que vamos explicar agora!

Com toda a certeza do universo você já deve ter pensado em como parar de trabalhar e o quanto você precisaria para viabilizar esse sonho. É isso que nós explicaremos para você aqui agora!

É lógico que esse cálculo depende de quanto você quer gastar ao longo da sua vida, mas nós fizemos algumas simulações para tentar te dar uma ideia.

Para o cálculo de quanto você quer gastar ao longo da sua vida gostaríamos de introduzir um conceito, o de poder de compra!

Poder de compra nada mais é do que a quantidade de coisas que você compra hoje com um determinado valor, sendo que para chegarmos as conclusões abaixo consideramos poder de compra constante no tempo, mas com exemplos ficará mais simples.

Como não sabemos quantos anos ainda faltam na vida das pessoas, consideramos que as pessoas viverão mais 60 anos com essa grana. Se pensarmos que quem começa a trabalhar com uns 15 anos estará com 75 quando o dinheiro acabar, estaremos considerando a expectativa de vida média dos brasileiros, que é mais ou menos de 75 anos.

É obvio que se considerarmos um senhor cuja expectativa de vida é de apenas 1 ano adicional a regra não valerá.

Dito isto, vamos aos resultados. Em um caso que uma pessoa deseja viver por mais 60 anos com R$2 mil por mês de poder de compra, podemos afirmar que ela poderá parar de trabalhar caso acumule R$ 567 mil.

Lembrando que essa conta leva em consideração que o que você compra hoje com R$ 2 mil por mês, conseguirá comprar por mais 60 anos.

Outro destaque é que consideramos o consumo TOTAL desse estoque para fazer o cálculo, o que significa dizer que depois de 60 anos a sua conta estará zerada.

Para chegar a esse valor consideramos que você vai investir o seu dinheiro em Tesouro Direto, remunerado à taxa Selic de longo prazo de 8% ao ano, além de contar com uma inflação média de 4% por ano.

Em um outro caso, se você deseja garantir um padrão de consumo de R$ 5 mil por mês de hoje para o resto da vida, você vai terá que guardar R$ 1 milhão e 417 mil. Outro exemplo, para garantir um padrão de consumo de 10 mil reais por mês até o final da vida você precisa de R$ 2 milhões e 835 mil.

A regra é simples. Pegue o valor que você gostaria de gastar por mês considerando o preço dos bens e serviços hoje em dia, e multiplique por 280.

Apenas a título de exercício, fizemos a conta de qual seria o padrão de consumo mensal de hoje em dia que você poderia ter caso ganhasse na mega sena da virada, considerando os mesmo parâmetros de investimento e inflação.

Para consumir os R$ 200 milhões da mega-sena da virada você teria que ter um padrão de consumo de R$ 705 mil reais todo mês. Mais alguém acha que vale o esforço?

Mas se você ficou desanimado com o tamanho das cifras, acho que vale a pena pensar em reduzir o padrão de consumo para viabilizar esse desejo. Fuja de regiões cujo o custo de vida é mais elevado e eleve as possibilidades de realizar o sonho de parar de trabalhar.

O conhecimento é sempre uma saída.

Até semana que vem!