Quatro coisas que você precisa saber antes de investir

Quatro coisas que você precisa saber antes de investir

Canal Econoweek

13 de março de 2019 | 05h00

O Carnaval acabou e chegou a hora de voltar a pensar nos seus investimentos. Hoje, nós do Econoweek vamos contar 4 coisas que você precisa saber se nunca pesquisou nada sobre investimentos.

Todo ano novo para muitos é sempre a mesma coisa: período de estabelecer novas metas e objetivos… Que acabam ficando para depois do Carnaval. Se você ainda está pensando em como fazer o seu primeiro investimento, agora nós vamos te contar algumas coisas que você precisa saber para começar esse bom hábito de uma vez por todas.

É melhor investir pequenas quantias, mas com regularidade, do que esperar juntar muito

Sim, é possível começar a fazer os seus investimentos com muito menos do que você imagina. A partir de uns R$ 30,00 já é possível investir no Tesouro Direto. O que você está esperando? Além disso, pode crer que esperar para juntar um montão de dinheiro para fazer o primeiro investimento não é uma boa ideia porque o tempo que você perderá com o dinheiro parado, ele poderia estar trabalhando a seu favor, rendendo juros.

O Brasil tem hoje a menor taxa de juros da história

Temos a menor taxa de juros da história do Brasil. Então para ter retornos maiores, você terá que assumir um pouquinho mais de risco. Mesmo assim, isso não significa que você tenha que investir em ações. Há muitas opções de investimentos em renda fixa que dão retorno maior que a Selic, e que são consideradas muito seguras. Não preocupe.

Monte a sua reserva de oportunidades antes de investir

Alguns a chamam de reserva de emergência, outros a chamam até de reserva de tranquilidade. Não importa! O que te aconselhamos a fazer é primeiro montar essa sua reserva e apenas depois pensar em algum investimento com menor liquidez. Assim, se surgir uma oportunidade de viajar, ou de fazer um intercâmbio, ou até se ocorrer um pequeno acidente (sim, isso acontece, infelizmente), você não terá que recorrer a créditos caros. Guardar o equivalente a 6 meses de gastos, em média, para depois começar a pensar em investimentos, sejam eles mais ou menos arriscados, é o mais recomendado.

Diversifique seus investimentos

Respeite o seu perfil, mas não invista tudo em um tipo de investimento só. Assim, você diminui os seus riscos e experimenta investimentos diferentes, o que pode te garantir retornos melhores.

Gostou dessas dicas? Já fez o seu investimento em 2019? Conta pra gente aqui nos comentários, ou pode ir até o nosso canal do YouTube, ou mesmo no nosso Instagram. A gente sempre compartilha muito conhecimento sobre economia, finanças e investimentos. Afinal, o conhecimento é sempre uma saída!