Será que quanto maior o nível educacional maior é o salário?

Será que quanto maior o nível educacional maior é o salário?

Canal Econoweek

05 Outubro 2018 | 05h00

Motivados por uma postagem da deusa financista da internet, Nathalia Arcuri do canal Me poupe, nós do Econoweek decidimos investigar a relação entre o ensino e o salário. Deste modo, no vídeo abaixo nós fomos atrás da resposta para a pergunta: será que quem estuda mais ganha mais?

Em um trecho de seu post a Nath diz: “… Eu sei que você cresceu ouvindo que é importante ter uma faculdade, que quem tem faculdade ganha mais, que quem tem faculdade tem acesso a oportunidades e tudo mais…”

Antes de irmos atrás dos dados para investigar se quem tem faculdade ganha mais, como a Nath disse, gostaríamos de dar a nossa opinião a respeito do tema. De fato, diploma é um pedaço de papel! Contudo, trata-se de um pedaço de papel que certifica institucionalmente o conhecimento.

Evidentemente um volume muito maior de conhecimento pode ser adquirido fora do ambiente acadêmico! Também é evidente que existem exemplos de grandes gênios e self-mades que não passaram pela universidade, mas essa não é a regra!

Em nossos textos e vídeos sempre dizemos: “o conhecimento é sempre uma saída”. Isso, pois de fato acreditamos no conhecimento e não no diploma. Contudo, também temos a convicção de que um diploma é um caminho seguro e estimulante ao conhecimento.

Podemos discutir aqui a relação entre a teoria e a prática de alguns cursos (pra não dizer todos), mas refutar o método historicamente e comprovadamente utilizado nas universidades para estímulo ao conhecimento e transmissão do ensino é ir muito além.

Destacamos também que não foi isso que a Nathalia fez, apenas nos embasamos em seu post para buscar outras reflexões e aprofundamentos.

Então vamos aos dados. Quem estuda mais, formalmente, ganha mais? Para isso usamos dados amostrais do perfil da população obtidos na PNAD continua trimestral, do IBGE, que tem suas limitações por ser amostral, mas serve de baliza para o raciocínio.

Na tabela abaixo temos a relação entre o nível de ensino e o rendimento médio no 2º trimestre de 2018.

Menos de 1 ano de estudo Ensino fundamental completo Ensino médio completo Ensino superior completo
Rendimento médio R$ 878,00 R$ 1.397,00 R$ 1.692,00 R$ 4.706,00
Variação entre níveis 59% 21% 178%

 

Primeiramente gostaríamos de destacar que de fato a relação é positiva, ou seja, quanto maior o nível de instrução formal, maior é o salário. Em média quem tem menos de 1 ano de estudo recebe R$ 878 por mês, enquanto que tem ensino superior completo recebe R$ 4706 por mês.

Outro ponto que merece enfoque é o salto que o salário tem entre quem tem o ensino médio completo e o ensino superior completo. O crescimento é de 178%. Cabe destacar que na faixa do ensino superior completo estão pessoas com mestrado, doutorado, pós-doutorado, e por aí vai, justificando parte dessa diferença. De todo modo, fica evidente que em média quanto maior o nível formal de instrução maior o rendimento médio mensal.

Porém cabe também aqui o destaque para nunca parar de buscar o conhecimento, seja ele formal ou informal, bem como você está fazendo neste texto ou até mesmo no nosso canal.

O conhecimento é sempre uma saída.