As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A dois dias do prazo, quase 7 milhões de brasileiros não entregaram o IR

Receita Federal recebeu 20,7 milhões de declaração até as 17h desta terça; prazo de entrega termina às 23h59 do dia 30 de abril

Economia & Negócios

28 Abril 2015 | 17h52

A Receita Federal recebeu 20.776.574 declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2015, considerando balanço até as 17 horas desta terça-feira (28). O prazo de entrega termina às 23h59 do dia 30 de abril e são esperadas 27,5 milhões de declarações.

Os contribuintes que perderem o prazo só poderão enviar declarações a partir das 8 horas do dia 4 de maio e estarão sujeitos ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

Quanto antes o documento for entregue, mais cedo vem a restituição – que começa a ser liberada a partir de junho. Quem enviar com atraso estará sujeito a uma multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

Veja também:

Confira dicas para declarar seu IR

Distribuição de lucros do MEI é isenta de IR, mas há limites

Correção da tabela livraria metade dos trabalhadores formais de IR sobre salários

Esse ano, estão obrigados a declarar os contribuintes que tiveram, em 2014, rendimentos tributáveis superiores a R$ 26.816,55 ou rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte que tenham ultrapassado R$ 40 mil.

Aqueles que tinham a posse ou a propriedade de bens ou direitos em valor superior a R$ 300 mil, no dia 31 de dezembro de 2014, também precisarão prestar contas. Ainda estão na mira da Receita os contribuintes que venderam imóvel residencial no ano passado e optaram pela isenção de IR sobre ganho de capital.

A obrigatoriedade também vale para as pessoas que passaram à condição de residentes no Brasil em qualquer mês de 2014, e nesta condição se encontravam no dia 31 de dezembro.  (Com informações de Ayr Aliski)

Mais conteúdo sobre:

Imposto de Renda