As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Bancos lançam linha de crédito para antecipar a restituição

Bianca Pinto Lima

26 de fevereiro de 2010 | 17h17

De olho nos 24 milhões de contribuintes que devem declarar o Imposto de Renda (IR) a partir da próxima segunda-feira, dia 1º, os bancos já começam a lançar linhas de crédito para antecipar a restituição.

Os clientes do Banco do Brasil (BB), Bradesco, Caixa Econômica Federal (CEF) e Santander poderão antecipar entre 65% e 100% do valor a ser restituído pela Receita, com juros que variam entre 2,07% ao mês (no caso da Caixa) e 2,95% (considerando a taxa mais elevada cobrada pelo Bradesco). Procurado pelo blog, o Itaú Unibanco informou que ainda não tem previsão para lançar o produto.

O BB iniciará na segunda-feira as contratações da linha que antecipa em até 80% o valor da restituição. O cliente que recebe o salário no banco, contudo, terá a possibilidade de antecipar 100% do valor. As taxas de juros variam entre 2,65% ao mês para financiamento de até R$ 5 mil e 2,25% para operações acima desse valor. O valor máximo para contratação é de R$ 20 mil e o pagamento é feito em parcela única na data da restituição ou em 28 de fevereiro de 2011, o que ocorrer primeiro.

O desembolso do BB para a linha que antecipa o IR foi de R$ 477 milhões em 2009, um aumento de 36% sobre o valor financiado no ano anterior (R$ 351 milhões).

No Bradesco, a taxa prefixada de juros para esta linha de crédito varia entre 2,25% e 2,95% ao mês e está entre uma das mais elevadas entre as instituições pesquisadas. Os clientes que recebem salário por meio do banco podem antecipar até 100% do valor e os demais de 65% a 80%. O empréstimo, que está limitado ao valor de R$ 20 mil, deve ser quitado em uma única parcela, de acordo com a data do crédito da restituição, com prazo limite em dezembro de 2010.

Já a CEF procura atrair clientes com uma taxa de juros menor, a partir de 2,07% ao mês. A modalidade permite o financiamento de até 75% da restituição, com limites de R$ 300 e R$ 10 mil. O pagamento do empréstimo é debitado no momento em que for creditada a restituição ou no dia 30 de dezembro de 2010, o que ocorrer primeiro. Para obter a concessão, é necessário ser correntista do banco e indicar a CEF na declaração como domicílio bancário.

No Santander, a linha de crédito adianta até 100% do valor da restituição, com taxas a partir de 2,75% ao mês e limite mínimo de R$ 100. Clientes do Santander e do Banco Real poderão contratá-la a partir próxima segunda-feira. A contratação é feita pela agência e é necessário ser correntista.

Tudo o que sabemos sobre:

IRlinha de créditoRestituição

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.