As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Faltando três dias para o fim do prazo, mais de 6 milhões ainda não entregaram o IR

Bianca Pinto Lima

27 de abril de 2012 | 13h10

Rosana de Cassia, da Agência Estado

REGRAS, PRAZOS E DICAS
Baixe os programas do IR 2012

Saiba como declarar ganhos na Bolsa

Confira o calendário de restituições

Guia completo para enfrentar o Leão

Mais de 6 milhões de contribuintes ainda não entregaram a Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2012 (ano-base 2011). Segundo a Receita Federal, até as 11 horas desta sexta-feira, 27, foram entregues 18,6 milhões de declarações. São esperadas 25 milhões.

O prazo para a entrega da declaração termina na segunda-feira (30). Para quem entregar via internet, o prazo será até as 23h59min59seg (horário de Brasília). Os que entregarem via disquete devem observar o horário do expediente bancário.

Neste ano, a principal mudança diz respeito aos informes de rendimentos financeiros. Agora, os bancos têm autorização para enviar os dados apenas por e-mail ou internet banking, o que dispensa o fornecimento do informe em papel.

Os clientes que residem no exterior também passarão a receber as informações por meio eletrônico. No caso de conta conjunta, o documento terá o nome do primeiro titular, exceto quando os correntistas determinarem o contrário.

Apesar da nova regra, as instituições financeiras deverão manter um sistema de controle que permita o fornecimento do informe impresso, caso este seja solicitado pelo contribuinte.

15 documentos importantes para declarar o IR:

1- Cópia da declaração entregue em 2011 (ano-calendário 2010)

2- Informes de rendimentos de instituições financeiras, bem como de salários, pró-labore, distribuição de lucros, aposentadorias etc.

3- Controle de compra e venda de ações, com apuração mensal de imposto

4- Recibos e notas fiscais relativos a despesas com saúde

5- Comprovantes de despesas com instituições de ensino

6- Recibos de pagamentos à previdência privada e oficial

7- Recibos de aluguéis pagos ou recebidos

8- Documentos que comprovem venda ou compra de bens em 2011

9- Recibos de pagamentos de prestação de bens como imóvel e carro

10- Documentos comprobatórios de dívidas assumidas em 2011

11- Comprovantes de despesas do livro-caixa (para prestadores de serviços autônomos)

12- Darfs de carnê-leão pagos

13- Comprovante de doações para fins de incentivos fiscais (Fundos da Criança e do Adolescente, Lei Rouanet, Audiovisuais etc.)

14- Todos os documentos acima referentes a dependentes, além do número do CPF de dependentes maiores de 18 anos e de todos os alimentandos.

15 – Dados da conta bancária para restituição ou débito das cotas do imposto

Tudo o que sabemos sobre:

Imposto de RendaReceita Federal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: