As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mais de 2 milhões deixam para declarar no último dia

Bianca Pinto Lima

29 de abril de 2011 | 10h21

VEJA TAMBÉM
 50 dúvidas básicas sobre o IR 2011

Veja o calendário 2011 de restituições

 Verifique se você já está na malha fina

Universidades oferecem ajuda gratuita

Declaração de imóvel lidera dúvidas

Empréstimos antecipam a restituição

Plástica pode ser deduzida

Informe compra ou venda de veículo  

A Receita Federal ainda espera receber aproximadamente 2,3 milhões de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2011, ano-calendário 2010, nesta sexta-feira, última dia do prazo. Até as 1o horas de hoje, 21,7 milhões de contribuintes haviam prestado contas ao governo, sendo que a expectativa é de recebimento de 24 milhões de documentos.

O prazo teve início em 1º de março e termina nesta sexta às 23h59. Para entrega em disquete no Banco do Brasil ou na Caixa Econômica Federal, será respeitado o horário de fechamento das agências bancárias. O contribuinte que perder a data de envio estará sujeito a uma multa mínima de R$ 165,74 ou máxima de 20% do imposto devido.

A Receita alerta para o risco de se deixar o envio para as últimas horas, quando as pessoas podem encontrar dificuldades e lentidão devido ao grande número de acessos ao site. O órgão também adverte que não envia e-mail sem autorização do contribuinte e que as mensagens falsas devem ser apagadas sem a abertura de qualquer arquivo.

Contribuinte já pode consultar malha fina

O contribuinte que entregou o IR 2011 já pode consultar se está ou não na malha fina. Basta fazer um código de acesso ao e-cac (Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte) no site da Receita.

O serviço ajuda a corrigir possíveis pendências, o que contribui para liberar mais cedo a restituição ou então evitar que o contribuinte pague juros no caso de ter imposto devido. O prazo para a primeira cota ou cota única vence nesta sexta, último dia de entrega do IR 2011.

Tudo o que sabemos sobre:

Imposto de RendaIR 2011Receita Federal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.