As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Receita e PF deflagram operação contra sonegadores no Distrito Federal

Bianca Pinto Lima

29 de abril de 2010 | 11h03

A Receita, em parceria com a Polícia Federal e o Ministério Público, realiza nesta quinta-feira, 29, no Distrito Federal, uma operação contra pessoas suspeitas de praticarem fraudes em declarações de Imposto de Renda das Pessoas Físicas.

Segundo a Receita, os órgãos vinham investigando há um ano três escritórios de contabilidade que agiam de forma independente, mas promoviam fraudes com características semelhantes.

“Foram verificados indícios de que os contadores e consultores tributários titulares desses escritórios estariam orientando a sua clientela para que declarassem ao Fisco falsas despesas dedutíveis, a fim de aumentar indevidamente os valores das restituições”, afirma a nota.

Despesas simuladas com saúde, previdência privada e educação foram as principais deduções utilizadas para reduzir, em até 80%, a base de cálculo do Imposto de Renda.

A Receita intimará os contribuintes que se beneficiaram das irregularidades para que comprovem as informações declaradas. Se os dados não forem confirmados, além do imposto devido, poderá ser cobrada multa de até 150% do imposto omitido. Esses contribuintes estarão sujeitos, ainda, às sanções penais previstas para os crimes contra a ordem tributária.

Batizada de Risco Duplo, a operação cumpre mandados de busca e apreensão em oito locais ligados aos suspeitos. Dezoito auditores fiscais e trinta e dois policiais federais participam das ações.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.