Receita quer recuperar R$ 8,2 bilhões de fraudes no IR
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Receita quer recuperar R$ 8,2 bilhões de fraudes no IR

Nayara Fraga

26 de abril de 2013 | 14h59


Laís Alegretti e Renata Veríssimo

A Receita Federal espera recuperar R$ 8,18 bilhões referentes a fraudes nas declarações de Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF). Segundo balanço divulgado nesta sexta-feira, parte desse valor ainda está em fase de cobrança. Mais de R$ 6 bilhões serão obtidos por ação direta de fiscalização, relacionada a cerca de 280 mil contribuintes, e outros R$ 2 bilhões foram recuperados a partir da chamada autorregularização, feita por 316 mil pessoas.

CONFIRA
Guia do IR: regras, prazos e novidades

 Calcule o IR na participação nos lucros

Como declarar a Nota Fiscal Paulista?

Do total da ação direta de fiscalização de pessoas físicas, R$ 1,765 bilhão são relacionados a proprietários e dirigentes de empresas, R$ 210 milhões a autônomos, R$ 344 milhões a profissionais liberais, R$ 186 milhões a funcionários públicos e aposentados, R$ 164 milhões a profissionais de ensino e técnicos de outra natureza, além de R$ 1,039 bilhão referentes a contribuintes com outras ocupações.

As 316 mil pessoas que corrigiram suas declarações (autorregularização) no ano passado permitiram que a Receita recuperasse R$ 2,145 bilhões. Esse valor representa 26,2% do resultado total. Os gastos com despesas médicas e previdência privada foram os que tiveram maior efeito na redução de deduções indevidas. Para alterar o imposto devido, uma das irregularidades encontradas pela Receita foi a omissão de rendimentos.

Essa possibilidade de autorregularização teve início em dezembro de 2010. O contribuinte pode fazer a correção da declaração depois de a Receita informar, no portal da pessoa física, o fato que gerou a malha fina. O benefício, neste caso, é uma multa menor, de 20% do imposto devido. Se o contribuinte esperar a notificação do Fisco, ele deverá pagar uma multa de ofício, que varia de 75% a 150% do valor.

Tudo o que sabemos sobre:

Imposto de RendaReceita Federal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.