Tabela do Imposto de Renda será corrigida para 2015
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tabela do Imposto de Renda será corrigida para 2015

Medida Provisória com correção da tabela progressiva em 4,5% sai depois do dia 22; governo vai deixar de arrecadar pelo menos R$ 5,3 bilhões

Economia & Negócios

04 Dezembro 2014 | 10h30

leao__stock.xchng__1

BRASÍLIA – O governo deve editar, depois do dia 22, uma Medida Provisória (MP) corrigindo a tabela progressiva do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) em 4,5%. As novas faixas entram em vigor a partir do dia 1º de janeiro de 2015.

O aumento já estava decidido desde o final de abril deste ano, quando a presidente Dilma Rousseff editou a MP 644, concedendo esse reajuste. Na época, a estimativa era que o governo deixaria de arrecadar R$ 5,3 bilhões ao ano em função do reajuste.

Mas, como a proposta não foi votada, ela perdeu a validade em setembro passado. Uma nova MP, de igual conteúdo, não poderia ser editada no mesmo ano legislativo. Assim, ela só será assinada depois do início do recesso parlamentar, no próximo dia 22.

Até há pouco, a intenção do governo era incluir a correção, sob a forma de emenda, na MP 656, que está em tramitação no Congresso e trata de desonerações tributárias. Essa “carona” driblaria o problema de não poder editar a mesma MP duas vezes num mesmo ano.

Porém, avaliou-se que havia o risco de o tema IRPF, altamente sensível a apelos populistas, atrapalhar a tramitação da 656. Por isso a opção por uma MP em separado. (Renata Veríssimo e Lu Aiko Otta).

 

Mais conteúdo sobre:

Imposto de RendaIR 2015