As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

VÍDEO: Estratégias para declarar a pensão alimentícia

Bianca Pinto Lima

28 de março de 2012 | 13h55

Mães ou pais que detêm a guarda do filho após a separação devem avaliar se convém informá-lo como dependente ou se é mais vantajoso fazer declarações de Imposto de Renda separadas. Não existe idade mínima para entregar o documento, a única exigência é ter CPF próprio.

Isso porque o rendimento de cada filho com a pensão alimentícia é somado à renda tributável do declarante, o que pode elevar o valor do imposto a ser pago.

Por outro lado, o dependente dá direito a uma série de deduções, como mensalidade escolar, plano de saúde, médicos, entre outros. Os especialistas orientam testar as duas formas e escolher a melhor opção.

Assista abaixo a explicação completa da advogada tributarista Elisabeth Libertuci. Outras dúvidas podem ser enviadas para o e-mail  imposto.renda@grupoestado.com.br.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: