Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Um show europeu no espaço

O módulo de carga ATV, que leva suprimentos à Estação Espacial, deverá acoplar-se hoje (28) à ISS.

Ethevaldo Siqueira

28 de março de 2012 | 11h21

Com a França à frente, a União Europeia se torna hoje líder mundial não apenas na comunicação via satélite, bem como nos lançamentos de satélites e de espaçonaves não tripuladas de grande porte, graças ao seu foguete Ariane 5.  Quanto ao fornecimento de satélites, a líder europeia é a Astra, com 73% do mercado.

Se você gosta da tecnologia espacial, não perca este banquete de informações que a internet lhe pode oferecer. Entre no endereço www.arianespace.tv e veja tudo sobre o lançamento do módulo de carga ATV (Automated Transfer Vehicle), ocorrido na sexta-feira, dia 23, e que hoje (28) se acopla à Estação Espacial Internacional (ISS). Acompanhe as notícias pelo link http://www.space.com/15059-space-station-cargo-ship-docking.html e veja a foto abaixo, do módulo ATV, que é uma espaçonave não-tripulada, robotizada, projetada para transportar equipamentos e suprimentos para os astronautas que trabalham na ISS.

Este é o cargueiro ATV, uma nave espacial não tripulada (Foto NASA)

Depois de cinco dias de perseguição da órbita final, o imenso cargueiro europeu ATV deverá chegar à Estação Espacial esta noite (22h32 GMT ou Hora do Meridiano de Greenwich, ou 19h32 de Brasília). Nesse cargueiro, estão 7 toneladas de suprimentos para a tripulação da ISS, incluindo alimentos, água, roupas, objetos e substâncias para experimentos e combustível para a Estação Espacial.

O ATV foi lançado da base de Kourou, na Guiana Francesa, na sexta-feira passada, transportado por um foguete Ariane 5 ES. Nos últimos dias, enquanto o cargueiro girava em torno da Terra em busca de sua órbita final para se aproximar da ISS, muita gente conseguiu fazer boas fotos desse veículo que, aliás, podia ser visto a olho nu, da Terra.

O módulo de carga ATV foi projetado para se acoplar automaticamente ao módulo Zvezda, no segmento russo da ISS. Depois de descarregar tudo que leva para a Estação Espacial, o  ATV ficará acoplado à estação durante seis meses, recebendo apenas lixo e materiais descartados. No retorno à Terra, todo esse material será deliberadamente queimado ou destruído na reentrada na atmosfera.

Cada ATV lançado no espaço ganha o nome de uma personalidade ligada à ciência ou à astronáutica. O veículo atual é o ATV-3 Eduardo Amaldi, que homenageia o célebre físico italiano que ajudou a unificar os esforços espaciais europeus, e contribuiu para a criação da Agência Espacial Europeia (ESA, sigla de European Space Agency). Amaldi também foi um dos fundadores do laboratório de partículas do CERN (Centro Europeu de Pesquisas Nucleares, na sigla em inglês), na fronteira Suíça-França,  que abriga o LHC (Large Hadron Collider).

O foguete Ariane 5 já havia lançado dois ATVs. O primeiro foi o ATV Jules Verne, em 2008. O segundo foi o ATV Johannes Kepler, lançado em 2011. Os dois próximos serão os ATV-4  Albert Einstein e ATV-5 Geoges Lemaître (2014 e 2015, respectivamente).

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: