Último dia de Cannes Lions tem Martin Sorrell, cineasta ‘cool’ e o design da Apple

Último dia de Cannes Lions tem Martin Sorrell, cineasta ‘cool’ e o design da Apple

Fernando Scheller

21 de junho de 2019 | 03h38

O Cannes Lions – Festival Internacional de Criatividade está chegando ao fim, mas ainda há tempo para aprendizados. No “cardápio” desta sexta-feira, 21, há o cineasta Nicolas Winding Refn, que leva a estética da publicidade ao cinema, o onipresente Martin Sorrell – dando mais detalhes do S4 Capital, seu projeto pós-WPP – e a Anunciante do Ano, Apple.

Eis os nossos “top picks” para o dia:

Apple falará sobre as bases de seu marketing em Cannes Lions (Foto: Wu Hong/EFE)

1. Um olho no cinema, outro na publicidade (11h, Lumiére Theatre)

O cineasta Nicolas Winding Refn, nascido na Dinamarca, tomou Hollywood de assalto ao assumir a estética publicitária no filme “Drive”. Depois de virar queridinho da crítica, ele recebeu críticas por trabalhos como “The Neon Demon” e “Apenas Deus Perdoa”. Agora, ele leva seu estilo moderna à televisão, com a série “Too Old to Die Young”, da Amazon.

2. Mais um ano, mais uma vez Martin Sorrell (12h, Lumiére Theatre)

Mesmo depois de deixar o grupo WPP e de fazer severas críticas a Cannes Lions nos últimos anos, Martin Sorrell continua a bater cartão no festival. Neste ano, ele vai explorar o festival Burning Man, que todos os anos constrói e depois desconstrói uma cidade nas proximidades de Reno, Nevada. Ele falará da evolução do evento e de sua influência muito além dos EUA.

3. Apple: o simples é o mais complicado (14h, Lumiére Theatre)

A Apple foi escolhida o Anunciante do Ano por Cannes Lions. O vice-presidente de marketing da companhia, Tor Myhren, mostra que, assim como o design da companhia, o marketing também segue um caminho de simplicidade e de eliminação de tudo o que é desnecessário. A busca pelo núcleo da mensagem, sem excessos, vai pautar a palestra do executivo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.