Força de Expressão

Estadão

29 de dezembro de 2011 | 17h17

“A perspectiva de desaceleração está mais para os bens de consumo que para os serviços. Embora tenham tido leve recuo, é cedo para dizer que o movimento tem fôlego. É um ponto de interrogação.”

Salomão Quadros, coordenador de Análises Econômicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), fala sobre a perspectiva para o Índice de Preços ao Consumidor (IPC)

29 de dezembro de 2011

Leia mais aqui

Tudo o que sabemos sobre:

IPC; FGV; Salomão Quadros

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.