Força de Expressão

Estadão

24 de julho de 2012 | 17h40

“Estamos recorrendo às linhas de crédito que a administração central oferece. Considerar esse tipo de acesso às linhas de liquidez como um resgate é um erro, porque a ideia de resgate ou intervenção tem uma conotação catastrofista”

Francesc Homs, porta-voz do governo catalão, tenta evitar a palavra resgate, usando outros sinônimos, mas acaba confirmando que a Catalunha vai mesmo pedir ajuda ao governo central da Espanha.

24 de julho de 2012

Leia mais:

Endividada, Catalunha é a terceira região da Espanha a pedir resgate

Tudo o que sabemos sobre:

catalunhacrise do euroEspanha

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.