Força de Expressão

Estadão

18 de novembro de 2012 | 13h46

“As (máquinas) contratadas no exterior, todas atrasaram. (…) Para atrasar lá fora, que atrase aqui. Porque lá fora somos mais um e aqui nós somos a Petrobrás. Então, aqui está gerando emprego, gerando renda, gerando aprendizado”

Graça Foster. Presidente da Petrobrás, Graça Foster, fala sobre o atrasos na contratação de equipamentos, como sondas de perfuração, o que ameaça comprometer metas da companhia.

18 de novembro de 2012

Leia mais: Sondas põem meta do pré-sal em xeque

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.