Força de Expressão

Estadão

21 de novembro de 2012 | 12h45

“As empresas têm a visão absolutamente errada de que fidelizar o cliente é vencê-lo pelo cansaço. Não fidelizam pela qualidade, mas por regras contratuais que deixam o consumidor escravo, principalmente no setor de telecomunicações”

Paulo Arthur Góes, diretor-executivo da Fundação Procon-SP, avalia a relação entre consumidores e empresas no País

21 de novembro de 2012

Leia mais:

ESPECIAL: Em guerra com o consumidor: 7 leis que ‘não pegaram’

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.