Força de Expressão

Estadão

19 de julho de 2010 | 07h49


“O Tesouro tomou várias decisões que podem ter contribuído significativamente para o encerramento das atividades de pequenas empresas e, portanto, potencialmente acrescentando dezenas de milhares de trabalhadores para a lista de desempregados.”

Neil Barofsky, inspetor-geral dos EUA para o Programa de Alívio para Ativos Problemáticos (Tarp, em inglês), diz ainda que a iniciativa do Tesouro americano de reduzir o número de concessionárias das montadoras Chrysler e General Motors foram baseadas ‘em teorias’.

19 de julho de 2010

Leia a reportagem aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.