Força de Expressão

Yolanda Fordelone

31 de julho de 2010 | 07h12

“Os números mostram que a recessão foi mais íngreme que a inicialmente estimada. Os 8 milhões de empregos perdidos e a total recuperação não se resolverão da noite para o dia.

Gary Locke, secretário de Comércio dos EUA, ao avaliar o crescimento do Produto Interno Bruto norte-americano de 2,4% no 2º trimestre com um tom de frustração

31 de julho de 2010

Leia a reportagem aqui

Tudo o que sabemos sobre:

crescimentoempregoeuaPIBrecessão

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.