Dicotomias dos investimentos

José Paulo Kupfer

18 de fevereiro de 2011 | 16h18

Aumentam as indicações de que o governo Dilma tem mesmo os investimentos como uma de suas prioridades. O afrouxamente das regras para a concessão de licenças ambientais, antecipado na edição desta sexta-feira pelo Estadão, são um sinal forte, mas não o único, dessa prioridade. E aí, quando se olha a coisa do ponto de vista macroeconômico?

As dicotomias fiscais e os impactos econômicos e ambientais disseminados pelos investimentos, sobretudo os públicos destinados à infra-estrutura, são o tema da conversa desta semana com a colega Letícia Bragaglia, na TV Estadão. Assista e comente:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.