CRIA-ATIVIDADE

Claudia Miranda Gonçalves

06 de junho de 2019 | 16h55

texto por Livia Zillo

O mundo de hoje como é, como vem se tornando e no que irá se transforma, vem exigindo cada vez mais de nós seres humanos, independente da área profissional em que trabalhamos. As respostas precisam ser mais ágeis, as discussões mais produtivas e as escolhas mais corajosas.

Para vivermos nesse mundo com mais sustentabilidade em nossas ações, precisamos resgatar algo que cada vez mais vem se perdendo no caminho: nossa Criatividade. É isso mesmo! Lembra daquela aula de massinha no primário? ou aquela aula pra desenhar uma casinha, o sol e uma árvore? ou ainda aquela tarefa que exigia uma colagem com papéis recortados de revistas? Pois bem, todas essas atividades tinham em comum despertar em nós a criatividade. No entanto, com a chegada da vida adulta, a correria da vida de trabalho a insanidade da rapidez de todos os processos, acabamos perdendo está incrível habilidade pelo caminho.

Mas você deve estar aí se perguntando, o que é a criatividade tem a ver com o meu mundo hoje? Eu vou te dizer.

Na hora de resolver um problema, é necessário enxergar além e desenterrar de dentro de nós uma solução, para isso, se contarmos com nossa criatividade teremos um leque imenso de opções. O mesmo acontece para tomarmos uma decisão, às vezes ficamos tão presos ao certo e errado que não usamos nossa criatividade para criar uma nova perspectiva e fazê-la acontecer vs. se contentar com a única alternativa apresentada. Como gerente de pessoas também é imprescindível utilizar nossa criatividade para saber lidar melhor com os problemas e conflitos interpessoais dentro da sua equipe, e como líder a criatividade é essencial para que sempre esteja inovando e buscando alternativas.

Ok, ok…entendido. Criatividade é de fato algo importantíssimo nos dias de hoje. A pergunta é: como resgatar tal habilidade que há tanto tempo ficou reprimida? Eu vou te contar.

  1. Compre um caderninho de anotações, e permita-se escrever, rabiscar ou desenhar nele, sempre que possível – guarde-o na sua mesa de trabalho.
  2. Desafie-se: não aceite sempre a primeira resposta que vier, busque e crie alternativas.
  3. Brainstorming: sozinho ou acompanhado de uma equipe, junte o grupo em uma sala de reunião e peça para todos contribuírem com qualquer ideia que venha à mente, participe junto com eles – nenhuma ideia é absurda.
  4. Resgate seu lado “improviso”: pratique algum esporte que exija pensamento rápido, toque algum instrumento ou faça aulas relacionadas à artes.

Acredite, essas pequenas atividades irão despertar em você a criatividade que está adormecida.

 

Livia Zillo, empreendedora, sócia da Cláudia Gonçalves na Ikigai, enérgica e comprometida com o “esclarecer”. Sem rótulos, e em tom de bom humor espontâneo e uma postura que provoca a escuta ativa e a fala presente, essa coach com MBA em Gestão de Projetos, formação em Coaching Ontológico, Liderança e Neuro-sistêmico, e especialista em linguagem corporal, conecta a sua contribuição para o mundo com as relações do comportamento humano.

Tendências: