carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

A volta dos homenzinhos azuis

Marili Ribeiro

28 de maio de 2009 | 17h12

campanha Tim da NeogamaBBH

A operadora de telefones TIM anda correndo para evitar mais prejuízo. O presidente da empresa, Luca Luciani, admitiu que foi uma estratégia errada de captação de clientes que fez a companhia perder mercado. A prioridade agora, garante, é buscar rentabilidade com ações como a de chamar atenção para outros serviços da empresa além da oferta de voz. Talvez por isso, a companhia tenha contratado o silencioso Blue Man Group como garotos-propaganda da nova campanha. A ação, que traz à cena os homenzinhos azuis criada pela agência NeogamaBBH, estreia hoje pregando que a TIM é azul, igual ao planeta que nos abriga. Ser azul tem tudo a ver com quem quer abolir balanços financeiros no vermelho. O grupo americano Blue Man Group, que surgiu nas ruas de Nova Iorque na década de 80 fazendo performances inusitadas, se consagrou mundo afora sem abrir a boca. Característica que os tornou cobiçados pela publicidade. Campanhas globais, como a que a Intel fez em 2004 para lançar um novo chip, adotaram as figuras. Na TIM, só no gestual, eles vão tentar vender um tripé que oferece telefonia móvel, fixa e internet.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: