Brasil sai do Cannes Lions com 68 Leões

Marili Ribeiro

25 de junho de 2011 | 17h45


Galera da AlmapBBDO no palco do Palais des Festivals

Com a vitória da AlmapBBDO do Brasil, que se elegeu novamente este ano a Agência do Ano no Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade, o Brasil sai da costa francesa com 68 Leões. É o melhor resultado em décadas de participação no festival. Além do Leão de ouro pela agência, os publicitários brasileiros conquitaram seis Leões de Ouro, 24 de Prata e 37 de Bronze em diferentes categorias.

Para melhorar o desempenho, as agências do País precisam emplacar trabalhos na mais prestigiada área de competição do festival, a Titanium & Integrated Lions, que foi criada há oito anos. Nela se premia a inovação, o que torna as peças eleitas pelo júri sinalizadoras de tendências para o meio publicitário global

A conquista da AlmapBBDO foi uma surpresa, já que se especulava que a agência americana Wieden + Kennedy Portland seria a vencedora pelo número de peças que ganhou, incluindo um Leão de Ouro em Titanium. Mas a agência amerciana teve forte concentração de peças em apenas algumas categorias, ao contrário da brasileira. A Almap, mesmo sem Titanium, obteve assim mais pontos.

Todo ano há certo suspense até a revelação, mas esse ano foi pior. Luiz Sanchez, diretor de criação da agência, foi quem subiu ao palco para pegar o Leão. Ele contou que manteve contato com Marcello Serpa, sócio da AlmapBBDO, mas que ele não teve tempo de embarcar para Cannes. A complexidade das novas regras instituídas este ano, deixavam dúvidas sobre a posibilidade da vitória da agência brasileira.

A organização do festival soma a pontuação obtida nas categorias Press Lions, Outdoor, Radio, Cyber, Film, Film Craft e Titanium & Integrated. Além da pontuação desses prêmios, considera pontos obtidos pela classificação nas listas preliminares. Depois de faturar 13 Leões, a Almap BBDO do Brasil se elegeu pela terceira vez a Agency of the Year no Cannes Lions 2011.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.