Carros fantasiados de Clio

Marili Ribeiro

24 de julho de 2010 | 10h42

CLIOreduzida

Os desdobramentos de uma campanha publicitária estão cada vez mais inusitados. Eles são parte de um esforço a mais para reter a atenção de um público disperso em meio a tanto apelo comercial. Para passar o conceito de que o Clio, da montadora Renault, seria “o popular que todo popular gostaria de ser”, a agência NeogamaBBH bolou uma ação de marketing em postos de gasolina onde carros de montadoras concorrentes surgem cobertos por uma capa com o desenho da linha 2011 do Clio.

A mensagem da campanha, que entrou no ar na semana passada, explora que o modelo é uma opção para quem ousa mudar de opinião ao longo da vida. Mostra a linha 2011 e conclui que o carro é a melhor alternativa para quem nunca pensou na possibilidade de comprar um popular que oferece três anos de garantia total de fábrica, o que é incomum na categoria.

O tema permeia todas as ações da campanha, desde as desenvolvidas para as mídias sociais, como as páginas no Twitter, Facebook e blogs – que promovem junto aos internautas o questionamento a partir do o jargão “paguei a língua” (www.pagueialingua.com.br) – até a inédita iniciativa de empacotar carros de outras marcas com o modelito Clio 2011. A agência ID/TBWA é a responsável pelas ações online.

Os carros encapados, que foram alugados pela agência, estão estacionados desde a última sexta-feira nas lojas de conveniência da rede dos postos Ipiranga em seis cidades (Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.