Entre a modéstia e a ousadia

Marili Ribeiro

10 de junho de 2009 | 18h44

capanha Sohoimagem SohoSoho campanha

No festival de publicidade da costa francesa – o Cannes Lions , que vem a ser o maior do mundo no gênero –, há onze categorias em disputa por prêmios que julgam seus méritos. Uma delas, em função das mudanças patrocinadas pela era digital na comunicação, vem se configurando como a coqueluche das conquistas. Denominada Titanium and Integrated Lions, a categoria festeja as ações de propaganda altamente inovadoras e capazes de transformar objetivos em seu percurso de informar algo. Tem poucos trabalhos inscritos, justamente por ser difícil chegar lá. O Brasil ainda não conseguiu romper a barreira de obter um Leão em Titanium, desde 2003 quando a categoria foi criada.
Para sensibilizar os dez jurados que este ano vão julgar os trabalhos, a agência 141 SoHo Square resolveu investir em uma ação de divulgação do seu próprio case. Preparou uma caixa para entregar aos jurados apresentando como foi desenvolvida a campanha que fez para o governo federal denominada ‘Trânsito e Álcool’. Mauro Motoryn, presidente no Brasil da agência, salienta que a campanha envolveu diferentes mídias e teve resultado surpreendente. Foram mais de sete mil citações em sites independentes e blogs, cerca de dois milhões de acessos no portal Youtube em um mês, 2,5 milhões de centimetragem de matérias em jornais, além de oito mil mil horas de debates. O saldo da campanha, diz ele, apareceu com o público e aonde mais se precisava: de 2008 para 2009, o número de mortes nas estradas caiu 30%.
Por prevenção, caso os jurados não se sintam atraídos pelo case em Titanium, a 141 SoHo Square também inscreveu a peça na categoria PR Lions, que estreia este ano. Nela serão avaliadas ações de relações públicas e de comunicação corporativa. São os trabalhos que, em essência, não usam a propaganda convencional para enviar algum recado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.