carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Hebe de calças

Marili Ribeiro

28 de agosto de 2009 | 21h55

Celso Loducca

Quem batizou o publicitário Celso Loducca de “Hebe da propaganda” foi o cineasta Fernando Meirelles. A Casa do Saber, que promove encontros culturais e cursos de atualização histórico-filosófica, procurou o sócio Loducca para que ele intermediasse um contato com o Meirelles, um tímido assumido para palestrar em público.

Amigos, o diretor do premiado filme “Cidade de Deus” disse que faria uma apresentação se fosse um encontro descontraído em forma de conversa. E assim foi. A experiência bem sucedida fez Loducca ganhar gosto pelo sofá e, depois disso, partir para a série de entrevistas pessoais com alguns dos maiores nomes da propagada brasileira.

Os encontros, que acontecem até meados de setembro, estão com lotação esgotada. E não é barato participar. Custa R$ 720,00 por cabeça. Já passaram pela “Hebe de calças” os profissionais Alexandre Gama, Nizan Guanaes e Marcello Serpa. Os próximos a encarar perguntas do naipe “quem é você?”, ou “existe genialidade nesse negócio?” são Washington Olivetto, Roberto Justus e Fábio Fernandes.

Aplausos e murmúrios demonstram o encantamento dos presentes. Nizan Guanaes, indiscutivelmente um show man em frente a grandes plateias, surpreendeu. Diante da pergunta sobre o que pensa da morte, respondeu cantando. Aliás, entoou várias músicas para descrever situações e relacionamentos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: