Mix de mídias

Marili Ribeiro

31 de agosto de 2009 | 15h48

Babs Rangaiah, inglês de origem indiana, ocupa hoje um posto chave da publicidade global. É o vice-presidente global de planejamento de comunicação da gigante Unilever – que disputa com a Procter & Gamble o posto de maior anunciante do mundo. Ele ascendeu ao posto que ocupa, entre outras razões, por conta da bem-sucedida e premiada campanha online criada para a linha Dove, que mostrava a transformação de uma mulher comum em uma deusa graças aos recursos da tecnologia. O executivo vive em Londres, com a mulher e os três filhos, e, antes de trabalhar para a Unilever, passou por agência dedicada à mídia online. Apesar do reconhecimento do meio com o qual trabalhou e de lidar com as significativas mudanças nas formas de comunicação, com o uso das plataformas digitais, Rangaiah defende que cada campanha deve avaliar os canais que melhor se adaptam aos propósitos da mensagem publicitária. “Não há predominância de um meio sobre o outro, mas uma oferta de canais que se misturam”, diz. O executivo chega ao Brasil esta semana para fazer uma palestra no evento Proxxima, organizado Grupo M&M para discutir os avanços da mídia digital. Em férias numa viagem de bicicleta pela França, Rangaiah deu uma seguinte entrevista por e-mail qu epode ser lida no link abaixo.

Mais informações no Estado de hoje (“O futuro da propaganda envolve um mix de mídias“) pág. B12

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.