O encantador de platéias

Marili Ribeiro

22 de junho de 2011 | 07h41

Na maratona de 57 seminários previstos para prender a atenção dos nove mil participantes do festival Cannes Lions já há uma estrela, o ator e produtor de cinema Robert Redford.

Para um mundo dominado por jovens midiáticos e conectados, como é caso do meio publicitário, é surpreendente o sucesso de um senhor de 75 anos. Convidado pelo Yahoo, o criador do Sundance Film Festival protagonizou o painel mais concorrido até o momento.

Redford é bem humorado. Faz piadas com charme e encantou a audiência com suas histórias, mesmo as muito conhecidas, como, por exemplo, a maneira como ele e Paul Newman trocaram de papéis antes do início das filmagens do clássico Butch Cassidy & Sundance Kid.

Para a turma do marketing reunida ali, ele deu o seu recado sobre gestão de marca. Sócio do evento dedicado cinema alternativo Sundance Festival, ele lembrou que o sucesso de uma marca está em manter a sua autenticidade, a qualidade e a confiança do consumidor.

E, como quase todas as celebridades que passam pela platéia de Cannes, lembrou que “você tem que saber quem você é, e o que serve ou não para você”. Alguém em sã consciência dúvida disso? Agora, vamos combinar, que ouvir da boca de Redford tem lá o seu charme.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.