Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Twitter cresce & aparece, mas sem lucro

Marili Ribeiro

21 de outubro de 2009 | 11h18

Biz Stone

Aos 34 anos, o americano Biz Stone está à frente de uma empresa que, com apenas três anos de vida, já está avaliada em mais de US$ 1 bilhão. O Twitter, rede de microblogs criada por ele e pelos colegas Evan Williams e Jack Dorsey, transformou-se em pouco tempo em um dos maiores sucessos da história da internet, atingindo a marca de 45 milhões de usuários cadastrados. No Brasil, o Twitter vem registrando uma ascensão fulminante – já são oito milhões de usuários, sendo que a maior parte deles, cerca de cinco milhões, ingressou no sistema nos últimos três meses. O sucesso, porém, ainda não se reverteu em bons resultados financeiros. Situação, por sinal, similar à de outras investidas do gênero, como os sites de vídeos YouTube e a rede social Facebook. Todos ainda estão em busca de gerar receita para seus acionistas. Stone participa hoje (dia 21/10) no Brasil do II Encontro Agenda do Futuro, organizado pela empresa de serviços de comunicação TV1.

Ele veio pela primeira vez ao País e deu uma entrevista ao Estado de hoje (“O Twitter está só no começo“) pág. B18.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: