"Pirata da informação"

Marili Ribeiro

26 de junho de 2009 | 07h36

Um dos nomes mais esperados entre os vários convidados para palestras no Festival de Cannes é o presidente do Google, Eric Schmidt, que fala hoje para os profissionais presentes ao evento. Sua empresa, líder absoluta em buscas na internet, vem sendo bastante criticada nos últimos meses, acusada de ser uma “pirata da informação”, por usar na internet as notícias produzidas em diversos meios sem nenhum pagamento. Schmidt diz que, na verdade, o Google está ajudando a indústria dos jornais. Antes de chegar a Cannes, Schmidt deu uma entrevista ao Estado, por e-mail.

Mais informações no Estado de hoje (“Estamos animados com o que está por vir“) pag. B18.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.