finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Ruffles dará 1% das vendas em prêmio

Marili Ribeiro

28 de fevereiro de 2011 | 15h27

Os ingleses embarcaram na promoção de tal forma que a PepsiCo conseguiu um recorde de vendas com a marca de batatinhas Ruffles, mesmo ela já sendo líder da categoria no país. Com tal desempenho, a companhia resolveu repicar a iniciativa na Austrália. De novo, um sucesso. Agora, é a vez do Brasil.

Trata-se de um concurso para sugerir – e selecionar – um novo sabor para o produto. A grande sacada dessa ação, segundo Renata Figueiredo, diretora de marketing da empresa no Brasil, é mexer com a vaidade das pessoas convocadas a participar e oferecer um prêmio estimulante. O criador do sabor eleito levará 1% de todo faturamento líquido gerado pelo novo produto.

A campanha tem por base o mote que lembra um trocadilho: “Ruffles: Faça-me um sabor”. A ideia é essa mesma: convocar consumidores do produto a criar um sabor original para a batatinha.

O comercial que convoca o público a participar vai ao ar somente em 10 de março. Mas o hotsite da campanha na internet já pode ser visitado e o material de ponto de venda já começou a ser distribuído no sábado.

No Brasil serão selecionados três sabores a partir da análise de viabilidade das propostas enviadas. As novas variações de Ruffles serão fabricadas e comercializadas por tês meses. Depois disso, haverá uma votação na internet para a escolha do ganhador. A vitória será dada a quem obtiver uma combinação entre o sabor mais votado (40% do peso total) e o mais vendido (60%).

O vencedor da disputa, além de levar um prêmio de R$ 50mil, verá sua sugestão de sabor comercializada por mais um período, quando então ganhará mais 1% sobre o faturamento líquido do produto.

Na Inglaterra, a ação resultou em mais de um milhão de sugestões. O vencedor foi Builder’s Breakfast, que tenta traduzir os sabores do café da manhã londrino. Na Austrália, o vencedor recebeu o nome da consumidora que o sugeriu: Aline Ceaser Salad.

“É uma ação complexa em toda a sua extensão e fica quase um ano em cartaz para cumprir todos os desdobramentos”, conta Renata. A PepsiCo não revela os valores envolvidos na ação, mas é mais do que o dobro do que investe na marca Ruffles anualmente. O mercado de salgadinhos vem crescendo aceleradamente nos últimos anos no Brasil, como explica Renata, com a concorrência entrando pesado no setor. “Queremos seguir sendo os líderes da categoria”, diz, para justificar a campanha.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: