Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Sutilezas

Marili Ribeiro

12 de agosto de 2009 | 22h40

[kml_flashembed movie=”http://www.youtube.com/v/PpxbcM8Hfh4″ width=”425″ height=”344″ wmode=”transparent” /]

Há pequenos detalhes que podem refinar a construção de um clima… Falar da forte emoção do futebol e se apropriar de uma situação do gênero é tarefa que parece impossível. Tudo sobre o tema já foi tratado de alguma maneira no Brasil, o País do futebol, não é mesmo? Nem tudo. A propaganda que está no ar da operadora de cartões Visa é a prova. O pequeno gesto do torcedor, que embevecido com o desenrolar do jogo entrega o seu cartão na mão do garçon, é um desses exemplos. Sutil, a ação pode até passar deserpecebida por muitos. Mas, por questões de segurança, não passou pela empresa. Seus executivos notaram, afinal a atitude não obedece as normas de nunca se entregar o cartão na mão de terceiros para evitar clonagens etc e tal, mas tiveram coragem de manter a cena. Torcedores fazem loucuras e nada melhor do que brincar com esses comportamentos. Pode ser também uma forma de educar. E, melhor, evitar que os anúncios fiquem tão engessados por normas e padrões que percam a graça e o charme…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: