finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Versão 'keep walking Brazil' atinge 500 mil acessos

Marili Ribeiro

18 de outubro de 2011 | 15h42

Lapidar pedra é árduo, mesmo que seja uma versão digital para um filme publicitário de um minuto. No caso em questão, o que esteve em jogo foi a “transformação” do ícone nacional Pão de Açúcar em um gigante de pedra que se levanta na orla carioca e sai em direção ao seu destino sob o mote: “O gigante não está mais adormecido. Keep Walking, Brazil”. O que se vê como Pão de Açúcar seria, na verdade, o joelho do gigante adormecido.
 
Fazer isso sem parecer brega ou falso, exigiu empenho. E, lógico, investimentos consideráveis em uma equipe estrelada, contratada para a tarefa. “A grande preocupação do comercial era ser realista, para que o público imaginasse que aquilo poderia acontecer”, diz Otto Von Sothen, presidente, no País, da Diageo, a maior fabricante global de bebidas destiladas, entre elas o uísque Johnnie Walker, produto para o qual o comercial descrito foi feito.

O intento parece atingido. Em menos de duas semanas de exposição, o vídeo chegou perto de 500 mil exibições no Portal YouTube. O otimismo do brasileiro parece que anda em alta. A série Keep Walking tem fã clube e faz sucesso nas mídias sociais. A versão do escocês que caminha pelo montanhas frias daquele país enquanto conta a história da companhia, postada em 2009, já chegou a 1,5 milhão de acessos.

Há dez anos em cartaz 

É a primeira vez que a premiada campanha “Keep Walking” ganha versão fora da Escócia. Nascida em 1999, ela teve como desafio unificar as mensagens publicitárias espalhadas pelo mundo anunciando o Johnnie Walker. A campanha criada há dez anos parte de um princípio de compreensão universal: “continue andando” mesmo diante das intempéries da vida. Lógico, embutido nele estava a ideia de que uma dose de uísque ajuda a superar esses momentos com garbo. Tudo feito com elegância. Por isso mesmo, figuras ilustres participaram da campanha.
 
O Brasil mereceu agora a deferência porque, hoje, é o segundo maior consumidor de Johnnie Walker, atrás apenas dos EUA, e à frente de 180 países onde a marca é comercializada em suas diferentes opções. No ano fiscal móvel, terminado em junho de 2011, o consumo de uísque no Brasil cresceu 30% para a Diageo, enquanto que o mercado total da categoria cresceu 22% no País.
 
“Acredito que a nossa receita com uísque possa dobrar de tamanho em cinco anos no Brasil”, aposta Sothen, que assumiu o posto há pouco mais de seis meses. Com tal ambição, nada mais natural que tomar a iniciativa de encomendar à agência de propaganda Neogama BBH uma versão “made in Brazil” da festejada campanha. “Keep Walking” é, em si, uma grande ideia. Uma ideia gigante. Talvez uma das maiores que já tenha sido criada em publicidade no mundo. O desafio era ser fiel a essa estatura”, diz Alexandre Gama, presidente da agência.
 
O resultado final não decepcionou o diretor de marketing da Diageo, Leandro Medeiros, para quem “a criação brasileira contou com uma superprodução que não ficou devendo nada aos outros filmes Keep Walking já exibidos”.
 
Embora a filial da empresa não revele o valor aplicado na campanha, que estreou ontem à noite na televisão e que pode vir a ser veiculada no exterior, não ficou barato. Nada menos de R$ 5 milhões, como estima o mercado. Para chegar ao resultado final, a realização envolveu 420 pessoas na produção, seis dias de filmagens, rodou 11 quilômetros de filme, contratou 216 figurantes e processou mais de 12 mil horas de computação gráfica.

Gigante em 3D 

O comercial foi dirigido pelo inglês Peter Thwaites, da produtora Anonymous Content,. Os efeitos especiais são responsabilidade da empresa The Mill, ganhadora de Oscar, pelo que conseguiu no filme “Gladiador”, de Ridley Scott. Para compor o gigante adormecido, trabalhou por várias semanas com designers de 3D para desenvolver a escala e chegar na proporção entre as imagens colhidas e a criatura em pedra.
 
A metáfora do gigante adormecido para se referir ao Brasil aparece no Hino Nacional. “O gigante não está mais adormecido é um fato”, pondera Gama. “A mensagem do ‘Keep Walking, Brasil’ é um incentivo a que o País continue na jornada que reafirma esse fato”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.