bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

ANS lança edital para 82 vagas; salário chega a R$ 10 mil

Economia & Negócios

12 de abril de 2013 | 13h19

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou edital de novo concurso nesta sexta-feira, 12. São 82 vagas para cargos de nível superior e médio, distribuídas por nove Estados. Os salários variam entre R$ 4.760,18 a R$ 10.019,20, valor que inclui a remuneração básica e a gratificação por desempenho.

Também haverá formação de cadastro de reserva, ou seja, os candidatos entrarão numa lista para serem convocados no futuro, de acordo com a necessidade do órgão.

VEJA TAMBÉM
PARA ENTENDER OS CONCURSOS PÚBLICOS

O órgão admite candidato com formação universitária em qualquer área para as vagas de analista administrativo e especialista em regulação de saúde suplementar. Já as vagas para nível médio, de técnico administrativo e técnico em regulação de saúde suplementar, exigem diploma de ensino médio ou técnico. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais nas quatro ocupações.

As inscrições deverão ser feitas via internet, no site da Cespe/UNB, escolhida para organizar o certame, entre os dias 23 de abril e 13 de maio.

Como é o trabalho na ANS:

Analista Administrativo (R$ 9.263,20)

– Desempenha atividades administrativas e logísticas, implementa e executa planos, programas e projetos relativos à regulação da saúde suplementar.

Especialista em regulação de saúde suplementar (R$ 10.019,20)

– O especialista é responsável pelo planejamento e coordenação de ações de fiscalização, bem como a orientação de equipes de pesquisas. Realiza também estudos e pesquisas relacionados à saúde suplementar.

Técnico Administrativo (R$ 4.760,18)

– Implementa e executa planos, programas e projetos relativos às atividades de regulação, em atividades de nível intermediário, e oferece subsídio e apoio técnico às atividades de normatização e regulação.

Técnico em regulação de saúde suplementar (R$ 4.984,98)

– Oferece suporte e apoio técnico às atividades de regulação, inspeção, fiscalização e controle da assistência suplementar à saúde, além de implementar políticas e realizar estudos e pesquisas relacionados a essas atividades.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: