Alugar imóvel no feriado do Dia do Trabalho ficou até 120% mais caro, diz Creci-SP

Yolanda Fordelone

26 de abril de 2013 | 14h25

Casa_Litoral_Reproducao.JPG

Casas no Guarujá, de 4 dormitórios, chegam a ter  preço da diária de R$ 1.100.

Foto: Reprodução 

Alugar casa na praia durante o feriado do Dia do Trabalho (1º de maio) ficou até 120% mais caro neste ano em relação ao que foi cobrado no feriado de Corpus Christi em 2012. A comparação foi feita com o feriado de Corpus Christi porque em 2012 o Dia do Trabalho caiu em um final de semana comum. Mesmo desta vez a data tendo caído no meio da semana (na próxima quarta-feira), não formando um feriado prolongado, a locação no litoral paulista subiu.

Segundo uma pesquisa do Creci-SP, as diárias tiveram aumento entre 0,97% (aluguel de casas de dois dormitórios no litoral sul) até 120% (residência de quatro dormitórios no litoral central). No caso da menor alta, o valor da diária passou de R$ 257,50 para R$ 260 e na maior variação o valor passou de R$ 500 para R$ 1.100.

.

A pesquisa foi feita com 28 imobiliárias em Itanhaém, Peruíbe, Praia Grande, Bertioga, Guarujá, Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba.

Valores

Alugar uma casa na praia no feriado custa a partir de R$ 135 por dia no litoral norte e sul, em cidades como Caraguatatuba e Praia Grande. Essa é a diária média de casas de um dormitório e que acomodam de duas até seis pessoas por períodos de um a cinco dias.

A maior diária da pesquisa custa R$ 1.100, aluguel de casas de quatro dormitórios, em cidades como Guarujá e Bertioga, no Litoral Central.

Segundo a pesquisa, um dos imóveis mais alugados em temporadas é o de três dormitórios, que tem a diária mais cara no Guarujá e Bertioga – R$ 950 por dia de locação de casas. No litoral norte ou sul, o aluguel desse tipo de casa cai pela metade – em média, R$ 431,11 por dia.

Na divulgação, o Creci-SP faz uma sugestão: negociar os preços. “Um feriado de meio de semana, como esse, certamente não terá a mesma procura de um que caia numa sexta-feira e emende o final de semana, por isso é até mais fácil negociar agora valores de diárias”, afirma o presidente do Creci-SP, José Augusto Viana Neto. “Quem puder aproveitar a quarta-feira na praia ou emendar até o domingo poderá conseguir bons descontos”, diz.

Os proprietários estão alugando os imóveis no feriado do Dia do Trabalho por períodos mínimo de um dia e máximo de cinco dias.

Tudo o que sabemos sobre:

aluguelferiadoimóvel

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.