Análise técnica X Análise fundamentalista

Yolanda Fordelone

27 de agosto de 2010 | 14h10

No mercado de ações, há um grande debate sobre qual a melhor forma (traduz-se por maior rentabilidade) de analisar os investimetnos. Há a corrente de especialisats que adotam o método da análise fundamentalista, que avalia os resultados da empresa, o momento que o setor vive, a economia do País, entre outros pontos. Já um outro grupo foca-se em analisar o histórico do preço das ações para assim tentar projetar qual a tendência do papel. Esta análise é chamada de técnica ou grafista.

Uma pesquisa feita com  alunos do curso de especialização em análise técnica da CMA Educacional, porém, mostra que a maioria dos investidores aumentou seus rendimentos na bolsa após o aprendizado e posterior utilização da análise técnica. Cerca de 77% dos entrevistados conseguiram maiores ganhos com o uso da ferramenta. Do total dos pesquisados, 62% possuíam entre 20 e 40 anos e outros 85% fazem Day trade (onde a compra e venda de uma ação ocorre no mesmo dia) ou operações semanais.

 E você: utiliza qual das duas análises? Qual você acredita ser a mais eficiente?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.