BC prepara lançamento de novas notas de R$ 2 e R$ 5; saiba como identificar se cédula é verdadeira

Yolanda Fordelone

04 de junho de 2013 | 12h41

O Banco Central do Brasil prepara para o segundo semestre o lançamento de novas cédulas de R$ 2 e R$ 5, que fazem parte da Segunda Família do Real. Tais cédulas começaram a ser substituídas em 2010, com a troca primeiramente das notas de R$ 50 e R$ 100. A novidade foi divulgada ontem, juntamente com o evento de lançamento de um aplicativo que mostra locais onde o turista ou o brasileiro consegue trocar dólar e outras moedas.

Em julho de 2012, foi a vez de colocar em circulação as novas notas de R$ 20 e R$ 10. As cédulas, segundo o Banco Central, foram criadas justamente por possuírem mais elementos de segurança, como marca d’água e número escondido.

dois.jpg

cinco.jpg

Não há necessidade de trocar as cédulas atuais pelas novas na rede bancária, pois à medida que as notas forem sendo depositadas nos bancos e, por conseqüência chegarem ao BC, serão substituídas.

Saiba como identificar se a nota é verdadeira:

1) Também há marca d’água: nas cédulas de R$ 50 a figura da onça-pintada e número 50 e nas cédulas de R$ 100 a figura da garoupa e número 100,

2) Com a frente da nota na altura dos olhos, na posição horizontal, onde haja bastante luz, é possível ver aparecer o número indicativo do valor dentro do retângulo no lado direito da nota.

Escondido_fam2.jpg

3) Ao movimentar a nota, a faixa à esquerda da frente da cédula tem efeitos:

– Nota de R$ 50: o número 50 e a palavra Reais se alternam, a figura da onça fica colorida, e na folha aparecem diversas cores em movimento.

– Nota de R$ 100: o número 100 e a palavra Reais se alternam, a figura da garoupa fica colorida, e no coral aparecem diversas cores em movimento.

4) Também é possível sentir o alto-relevo. Na frente, na legenda “República Federativa do Brasil”, no numeral do canto inferior esquerdo, no numeral do canto superior direito (somente nas notas de R$ 50 e R$ 100) e nas extremidades laterais da nota. No verso (somente nas notas de 20, 50 e 100 reais), na legenda “Banco Central do Brasil”, na figura do animal e no numeral.

Todo o roteiro de verificação está no site do Banco Central.

Cédula suspeita

Caso o consumidor receba uma nota suspeita ele deve adotar alguns procedimentos.

Em um terminal de auto-atendimento ou caixa eletrônico:

– Dentro de uma agência bancária e durante o expediente –  retire um extrato que comprove o saque, preferencialmente no mesmo terminal, e vá ao gerente da agência para pedir providências. Se não obtiver solução satisfatória, o cidadão deve procurar uma delegacia policial mais próxima para registrar uma possível ocorrência.

– Fora de uma agência ou do horário do expediente bancário – retire um extrato que comprove o saque, preferencialmente no mesmo terminal, e procure uma delegacia policial para registrar uma possível ocorrência. Na primeira oportunidade, dirigir-se ao gerente de sua agência bancária para pedir providências.

Em transações do dia a dia:

– Se desconfiar da nota, você pode recusá-la e avise o dono do estabelecimento.

Tudo o que sabemos sobre:

Banco Centralnovas notasReal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.