Black Friday: 71% se dizem influenciados a comprar mais

Black Friday ocorrerá na sexta-feira, mesmo dia em que será paga a primeira parcela do 13º salário; pesquisa mostra que 8% não conhecem o evento e que maioria quer comprar eletrônicos

Yolanda Fordelone

25 de novembro de 2014 | 14h08

Nesta sexta-feira, 28 de novembro, mesmo dia em que será paga a primeira parcela do 13º salário dos trabalhadores brasileiras, uma armadilha do consumo: a Black Friday. O evento representa uma boa oportunidade de garimpar promoções, mas quem entrar despreparado no evento corre o risco de gastar mais do que deveria. Segundo uma pesquisa, 71% se dizem influenciados a comprar mais na Black Friday.

O levantamento foi feito pelo MeSeems, empresa de pesquisas web-mobile, com 4.626 pessoas de todas as regiões do País, na semana que antecede o Black Friday. Do total, 58% são homens e 42% mulheres.

Quando questionados quanto pretendem gastar, 38% afirmaram mais de R$ 500, enquanto que 15% estimam desembolsar entre R$ 101 e R$ 200 e apenas 3% das pessoas vão gastar até R$ 50.

Entre os respondentes, 92% sabem o que é o Black Friday e apenas 8% desconhecem o evento. Dos que conhecem, 66% pretendem efetuar compras na data.  

Em relação aos produtos mais procurados, em uma questão de múltipla resposta, os eletrônicos em geral lideram a intenção de compra, com 49%.

Acompanhe a cobertura ao vivo da Black Friday 2014

Empresas alertam para golpe de falsos perfis no Instagram

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.